18 de Abril de 2011

... e se um dia não te sorrir

não fiques triste,

Não é porque não te ame,

não é porque não te queira,

é um amor que acende a fogueira

da paixão escondida no coração.

 

São as horas que passam

nos relógios de cuco pendurados

na parede da vida cansada

de correr.

Os dias que chegam e partem

sem que deem para perceber

o quanto me faz falta sorrir,

para ti,

para mim,

para toda a eternidade de nós.

 

... e palavras para quê?!

apenas para dizer meia dúzia

de caramelos e chocolate

ao teu ouvido,

enchendo a tua boca

de doçuras efémras,

e para quê?!

 

Para que me ames mais um pouco.

Só mais um pouco,

aquele pouco

que ainda há pouco

eu não te sorria.

 

 

 

publicado por luzesletrasimagem às 14:29

Fiquei sem palavras. Maravilhoso!
19 de Abril de 2011 às 16:29

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Abril 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
20
22
23

24
25
26
27
28
29
30


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO