16 de Abril de 2012

Na manhã pálida e fresca o Sol Pai teimava em se esconder. Mãe Terra desejava o seu toque quente e suave como uma mão que acarinha o seu amor de longa data. Todos os seres da Floresta ainda meio adormecidos, surgiam, aos poucos, das suas casinhas escondidas na turfa e nas árvores. Melodia ainda se espreguiçava esticando as suas azinhas... a frescura é tão boa; faz-nos acordar.. mas é tão... fresca que nos dá arrepios. Onde está o Sol Pai??? Estará também com frio?

Quando todos esperavam, a olhar para um céu azul mas sem luz, eis que o Rei das estrelas surge, grande, belo, quente...

 

A alegria de mais um dia.

 

 foto minha

publicado por luzesletrasimagem às 08:59

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
17
18
19
20
21

22
24
25
26
27
28

29


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO