04 de Setembro de 2012


 

Antes de entrar na Universidade andei quase 2 anos na Capoeira na minha terra. Era novidade e um desporto muito completo, para além das pessoas também serem muito porreiras.

Comecei em Q., fui batizada em A., mas depois não consegui conciliar com a Uni e acabei por desistir, tendo apenas ficado na corda cinza.

 

Lembro-me de coisas tão boas, momentos e pessoas que não vou esquecer. Ainda mantenho contacto com algumas, inclusive com os meus (contra-) mestres. Ambos estão agora no Brasil.

Ainda consegui fazer muita coisa, tinha muita elasticidade, já fazia bem o "macaco" e outros movimentos. Só na "palmeira" é que ficava entalada porque não tinha muita força de braços. Mas cheguei a conseguir fazer 1000 abdominais e mais não sei quantas flexões, para além da espargata. Hoje, só de andar duma ponta da casa até à outra fico cansada :)

 

Conheci lendas do Grupo M., Mestres que respeito muito e que para todos nós eram (são) lendas vivas da capoeira.

Fizemos muitas rodas de capoeira, dançar, lutar... tudo na desportiva. E, o convívio era, de entre tudo o resto, o que de melhor se tinha, porque todos éramos companheiros de luta.

 

Axé

 
publicado por luzesletrasimagem às 09:57

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
25
26
29

30


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO