04 de Dezembro de 2012

Depois do aparato todo ontem à noite com a geleia, quando me sentei estava a dar num dos canais maravilha um dos filmes que mais me tocou e que adoro até hoje: Nothing Hill.

Não é pelo enredo, não é de suspanse, não é épico, é apenas um filme que se coloca à nossa frente, à espera de ser visto com toda a emoção que podemos dispensar.

 

A banda sonora é excepcional, linda. O desempenho da Julia Roberts e Hugh Grant é espectacular. É um filme que vejo, revejo e não me cansa.

É simplesmente, um docinho que gosto de desembrulhar e degustar sempre que o vejo.

 

publicado por luzesletrasimagem às 11:37

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
18
20
21
22

23
24
25
26
29

30
31


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO