10 de Dezembro de 2012

Este ano haverá mais cortes nas prendas. Não posso deixar de dar as prendinhas de Natal às crianças da família. Crianças que adoro de coração e que só não são minhas porque não as tive. De resto, o meu amor por elas é imenso e sem preço.

Claro que para os adultos há os cortes, mas há sempre um miminho, ainda que mais pequeno.

 

Lembro-me de quando era pequenita a minha mãe costumava dar coisas da horta às pessoas que iam lá ao "monte". Não havia lojas, não havia "shopping", nem "retail parks". Apenas o que a nossa Mãe Natureza nos dá. E as pessoas saíam lá de casa felizes com um saquinho de batatas, um repolho... umas batatinhas doces, ovos...

Hoje em dia, as pessoas estão muito materialistas. E o comércio sabe disso, logo o aguçar o apetite pelas compras desenfreadas é uma constante que vemos nos centros comerciais, nas lojas, nas ruas. Custa-me muito ver as pessoas que estão meses sem falar com um irmão e no Natal correm à loja para comprar o último modelo do XPTO para oferecer, quando muitas das vezes o essencial não fez: telefonar durante os meses em que o deveria ter feito.

 

Não posso criticar porque cada um tem a sua vida, o seu "karma", para quem acredita.

 

Por isso, este ano as crianças levam todas um livro. Ler é o caminho para aprender. E, a enfeitar o embrulho, uma sombrinha de chocolate Regina :)

Os adultos, apenas dou a alguns que estão sozinhos e que um miminho é um conforto.

Os valores do Natal já se perderam há muito. O Amor, a Fraternidade, a Amizade, a Paz são tudo presentes que devíamos dar o ano inteiro, e mais ainda no Natal, junto a uma garrafinha de vinho e a uns chocolates bem docinhos :)

 

 

publicado por luzesletrasimagem às 15:00

Parabéns pelo seu post.
Ainda hoje, se me derem uns legumes, umas batatas, umas cenouras, fico bastante feliz. E quando me oferecem quantidades que não gasto, distribuo pela família.
Dado com carinho, sabe tão bem!
Aqui em casa, cada pessoa recebe apenas uma prenda.
Os mais novos, recebem de todos.
Como já gostam de ser eles a comprar, dou dinheiro. Mas o máximo 20 euros.
A vida está difícil
Aqui em casa, gostamos de ver a família unida e divertida.
As prendas, que todos gostamos de receber/dar, são apenas um símbolo.
12 de Dezembro de 2012 às 21:34

Olá Cantinhodacasa, seja muito bem vinda. Adoro quando tenho visitas :)
Gostei muito do seu comentário. O principal é que a famíla esteja unida no Natal e durante o ano todo.
Um beijinho e votos de Feliz Natal

13 de Dezembro de 2012 às 09:05

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dezembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
18
20
21
22

23
24
25
26
29

30
31


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


blogs SAPO