12 de Novembro de 2010

É triste não sonhar,

ter pena do tempo que passa

sem ter tempo de parar.

Parar para ver e sentir

que o Sol brilha,

que a sua cor quente ao fim do dia

é uma benção nostalgica

que nos faz perder

na imensidão.

 

E porque não?

Porquê não olharmos a praia

ao fim de mais um dia?

Porquê não entendermos

que o céu é azul para todos.

 

Todos os dias achamos que é complicado

que nada nos é dado, oferecido de boa vontade.

Mentira!!! É a mais pura mentira.

Todos os dias temos um céu azul,

um sol que brilha e aquece a nossa alma,

Um mar onde navegam as nossas emoções,

uma brisa que sopra segredos aos nossos ouvidos,

chuva que esconde a nossa tristeza,

vento que varre as nossas desilusões.

 

E a amizade? A verdadeira amizade,

aquela que não se compra, não se vende,

nem se dá.

Amizade pura que nos aquece o coração.

 

Já sem falar do Amor.

Aquele que está sempre connosco, mesmo sem estar.

Que nos ama a dormir, que nos aconchega

e dá a mão quando estamos meio perdidos.

 

Por tudo isto eu agradeço. Mais um ano que passa e todos os que me rodeiam, para melhores ou piores momentos cá estiveram. O meu obrigada. Estão e sempre estarão cá dentro, comigo a ver o pôr do sol, numa praia, de mãos dadas.

 

 

 

publicado por luzesletrasimagem às 14:32

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
16
17
18
19
20

21
24
25
27

28
29
30


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO