29 de Abril de 2013

Este fim-de-semana (prolongado) foi caracterizado por uma mistura de sentimentos, sensações, alegrias, tristezas...

 

Na sexta fomos até à Biblioteca Municipal dar uma vista de olhos e visitar a minha amiga A.

Trouxe um livrinho para me entreter: "Filhos do Vento" de Francisco Moita Flores. Gosto imenso deste autor, acho que o meu favorito é "A Fúria das Vinhas". Estou a gostar imenso porque fala duma época da História Portuguesa que gostei imenso de estudar: O Estado Novo. Para além da história se passar no campo, da Estremadura ao Alentejo.

De resto, amores impossíveis, invejas, ciúmes, traição, comédia, mas tudo com sabor lusitano :)

 

No sábado quando cheguei à praça recebi uma notícia muito, muito triste. A senhora onde costumo comprar fruta e vegetais tinha falecido na sexta. Fiquei com um vazio enorme. Era uma senhora já de idade avançada, mas com uma genica que vejo em poucas pessoas mais novas.

 

Dona Vitalina, descanse em paz. Com a sua alegria de viver, de certeza que anima que estiver a seu lado agora.

 

Também no sábado, mas já em tons mais animados, o meu querido Pai fez 70 anos. Não parece :) e, obviamente, houve festa, mas no domingo. E, o melhor foi que o almoço ocorreu no Malhão que é perto do Alentejo, já na "fronteira". A ementa foi do melhor: javali com batata, passarinhos fritos, presunto, chouriço, pão da casa e claro, bolo de aniversário. Acho que o meu pai viveu o segundo dia dos 70 alegre, orgulhoso e com uma pontada de melancolia e saudade. Mas é mesmo assim. A vida é para se viver. Ao meu Querido Pai, que nos dê sempre a honra de nos acompanhar ao longo das nossas vidas, por muitos e bons anos.

 

 

publicado por luzesletrasimagem às 15:25

24 de Abril de 2013

Amanhã é feriado e o grande Presidente louvou-nos com uma tolerância de ponte na sexta, dia 26.

Só é pena que o dia não esteja a acabar da melhor maneira, mas pronto... Os nervos "dão cabo" duma pessoa e, qualquer coisa que nos digam é um drama pegado. Enfim, é complicado e, para mais, os dias que correm não têm sido os melhores.

Vamos ver se isto melhora.

Entretanto, bom feriado e que o dia 25 de Abril seja passado em pura harmonia e liberdade com nós mesmos.

 

foto minha - a bandeira portuguesa representada pela terra cultivada e por cultivar. Se não fosse a Terra, o que seria de nós?! Nem casa teriamos.

publicado por luzesletrasimagem às 17:27

22 de Abril de 2013

Este fim-de-semana pude dedicar-me a algumas coisas de que gosto de fazer, sem ter de olhar a horários e a ter em conta idas aqui ou ali. Já sentia falta disso (é pena é ser sempre uma vez por acaso).

 

No sábado deu para levar o X. à cabeleireira e lá fez um corte todo radical, com direito a "crista" e tudo. Depois de tarde fomos dar um pesseio pelo campo e apanhar tomilho para secar e por em frasquinhos. Aproveitar agora que o tomilho ainda está bonito.

De tarde dei uma estafa na minha máquina de lavar roupa nova. Confesso que se a desgraçada tivesse língua ela tava de fora :P

 

O almoço foi grelhados no carvão que já não fazia há algum tempo, espetadas de perú... delícia.

À noite vimos um filme. Pensei em nunca ver este filme, mas achei "que mal é que terá???" IAICS...

 

 

O que dizer deste filme?! Eu gostei imenso. Dá que pensar em como podemos "voltar" à condição humana que está bem escondida no nosso subconsciente, mas que somos capazes de tirá-la quando é preciso. A mim choca-me mais porque sou mãe e penso no que seria capaz de fazer para proteger a minha cria. Sim, no fundo todos somos animais capazes de matar para proteger. A mim, deu que pensar, tanto que mal dormi depois :P

 

Sobre livros, acabei o "11 noites em Jerusalém" para começar o "A Noiva Judia" também de Pedro Paixão:

 

 Não vou ainda formular comentários, só li um capítulo :)

 

Também andei à experiência com os bolos. Fiz um de café com mel e canela. Só posso dizer que ficou uma delicia. Para repetir, obviamente :P

publicado por luzesletrasimagem às 15:30

19 de Abril de 2013

As leituras têm estado um pouco mais paradas. O cansaço e muita coisa para fazer em casa são um dos motivos que fazem com que não tenha grande vontade de me dedicar às letras como devia. No entanto, lá vou fazendo "um jeitinho" para não ficar burra de vez. À noite, deitadinha na caminha, enrolada na manta, com o meu X. ao lado a perguntar sobre do que se trata  livro, lá vou passando os olhos por cima de umas quantas linhas.

 

O "Viagem ao Anoitecer" de Céline ainda por lá anda às voltas. Não é que não goste, mas dá-me logo uma pancada de sono assim que abro o livro que mais parece que me deram uma "paulada" na cabeça. Enfim, esse ainda lá anda.

Entretanto, ando a ler "por alto" um livrito que já tinha lido quando estava na Faculdade e que na altura gostei da abordagem dos problemas politicos, económicos e sociais do país e, isto ainda no século XIX. Trata-se das "Causas e decadências dos povos peninsulares" do Antero de Quental:

 

 

Ao mesmo tempo, também li um livro sobre um tema que nunca pensei que desse um livro tão bom, ainda que "vintage" no seu ambiente citadino e de jogo. Trata-se do autor e do livro aqui em baixo mostrado:

 

 Exactamente esta edição e tudo. Gostei muito do livro, como já é hábito gostar de Dostoiévstki não estava à espera que não se tratasse de outra coisa que não fosse o realismo até um pouco "Cesariano" (Cesário Verde) no que toca ao ambiente em que se insere a história. O jogo da roleta russa é, no fundo, a principal personagem da obra e todo o vício e degradação humana como consequência desse mesmo vício.

 

Agora estou a ler:

 

 

 

Estou a gostar. Na minha opinião trata-se de uma crónica jornalistica, factos da vida do autor, das suas vivências junto da cultura judia.

Comecei-o ontem e já vou a meio. Hoje ou amanhã devo acabá-lo.

Só não o acabei logo ontem porque tive a passar a ferro e já de tarde tinha ido "bater umas bolinhas" de golfe aqui na academia, estava cansada e só me apetecia dormir.

 

Bem, é sexta-feira, dia de corrupio. Espero poder descansar alguma coisa este fim-de-semana.

 

Um bom fim-de-semana a quem por aqui passar.

publicado por luzesletrasimagem às 09:17

17 de Abril de 2013

Palavras para quê?!

 

publicado por luzesletrasimagem às 17:05

mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
18
20

21
23
25
26
27

28
30


arquivos
2013:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2012:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2011:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


2010:

 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12


subscrever feeds
blogs SAPO